George Lakhovsky

George Lakhovsky foi um engenheiro russo, que viveu em Paris até 1941 quando foi para os Estados Unidos em razão da Segunda Guerra Mundial. Ele escreveu um livro, em 1924,  chamado O Segredo da Vida, em que demonstrava a teoria (e  inúmeros experimentos e observações que a suportavam) de que todos os seres vivos, incluindo os humanos, teriam suas células vibrando tal como circuitos oscilantes ( base da tecnologia das ondas de radiofreqüência).

 

“Vamos supor que as dimensões geométricas de um circuito oscilante diminui gradualmente até se tornarem invisíveis e microscópicas. A espiral e a capacidade do circuito, que também se tornarão microscópicos, todavia, ainda existirão. Graças a estes dois fatores indispensáveis, o circuito continuará a oscilar sob a influência de causas que nós deveremos examinar mais tarde e com um comprimento de onda mais e mais reduzido. Isto é precisamente o quê ocorre dentro das células.”

 

Desde 1923 Lakhovsky concebeu a idéia de construir um aparato elétrico capaz de emitir ondas contínuas de comprimentos muito pequenos (2 a 10 metros). Sua intenção era demonstrar que as células vivas eram como um aparato remoto (sem fio), tendo um duplo poder de transmitir e receber ondas. Este aparato, conhecido como o Oscilador rádio-celular, foi primeiramente usado para o tratamento experimental de câncer em plantas na clínica cirúrgica do Salpétrière em Paris. Os resultados foram tão conclusivos que uma comunicação especial foi endereçada a uma importante sociedade científica dando atenção para as significantes curas obtidas por esta nova forma de tratamento elétrico.

O oscilador rádio-celular era o protótipo de vários geradores elétricos de ondas curtas que, finalmente, levaram à invenção de um oscilador de ondas múltiplas..

O princípio fundamental do sistema científico de Lakhovsky pode ser resumido no axioma:

Todos os seres vivos emitem radiações.

 

Inspirado por este princípio Lakhovsky foi capaz de explicar tão diversos fenômenos como instinto em animais, migração de pássaros, saúde, doença e, em geral, todas as manifestações da vida orgânica.

De acordo com Lakhovsky o núcleo de uma célula viva pode ser comparado com um circuito elétrico oscilante. Este núcleo consiste de filamentos tubulares, cromossomos e mitocôndria feitos de material isolante e preenchidos com um fluido contendo todos os sais minerais encontrados na água do mar ( ver Rene Quinton).  Estes filamentos são assim comparáveis aos circuitos oscilantes dotados de capacitância e auto-indutância e portanto capazes de oscilar de acordo com uma freqüência específica.

Sob a luz das teorias de Lakhovsky a luta entre o organismo vivo e os micróbios é fundamentalmente uma guerra de radiações. Se as radiações do micróbio vencem, a célula para de oscilar e a morte é o resultado final. Se, por outro lado, as radiações da célula ganham ascendência, o micróbio é morto e a saúde é preservada. Falando amplamente, a saúde é equivalente ao equilíbrio oscilatório,enquanto a doença é caracterizada pelo desequilíbrio oscilatório. Este princípio geral tem dado margem a um vasto número de experimentos cobrindo inteiramente o campo da biologia.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =

Próximo Capítulo:
As teorias de Lakhovsky tem uma grande similaridade com aquelas…