A Similaridade das Teorias de Lakhovsky e Crile

As teorias de Lakhovsky tem uma grande similaridade com aquelas do Dr. George Crile Jr. ,  eminente cirurgião americano, cujo trabalho cirúrgico deu a ele uma reputação internacional. No seu livro intitulado O fenômeno da Vida,  Crile aponta que a energia elétrica desempenha uma parte fundamental na organização, crescimento e função do protoplasma. Lakhovsky e Crile, fazendo suas investigações independentemente chegaram a conclusões idênticas. Enquanto o engenheiro-físico estava experimentando seus circuitos oscilantes, o cirurgião estava testando na Clínica os princípios da rádio-eletricidade.

As fundações das teorias de Lakhovsky se apóiam no princípio de que a vida é criada por radiação e mantida por ela. Crile afirmou que o homem é um mecanismo eletro-magnético e insistiu no fato significante de que quando a vida termina, a radiação termina. Ele escreveu:  É claro que a radiação produz a corrente elétrica que opera adaptativamente o organismo como um todo, produzindo a memória, razão, imaginação, emoção, os sentidos especiais, secreções, ação muscular, a reação à infecção, crescimento normal e o crescimento de tumores benignos e cânceres, todos eles governados adaptativamente por cargas elétricas que são geradas por onda curta ou radiação ionizante no protoplasma. Como Lakhovsky, Crile sustentou que as células vivas são células elétricas funcionando como um sistema de geradores, linhas de indutância e isolantes, e que o papel da radiação e da eletricidade nos processos vivos não é mais misterioso nos homens do que nas bactérias e nos dínamos.

Com um banco de dados experimentais Crile deixou claro que todas as atividades dos organismos vivos, incluindo aqueles do cérebro, nervos, músculos e glândulas, são dependentes de propriedades radiantes específicas do espectro visível. De acordo com ele, a radiação ultra-violeta tem o papel mais importante do corpo, pois tem o maior poder de gerar eletricidade e de ionizar átomos, essenciais para construir compostos orgânicos que constituem o protoplasma celular. Mais do que isto, o controle dos sentidos especiais é afetado através do ambiente energético, principalmente a radiação solar. De fato, o sistema energético inteiro de seres vivos é controlado pelas forças radiantes e elétricas do ambiente. Então, fica evidente que o espectro da vida reflete inumeráveis mudanças ambientais e está, ele próprio, mudando continuamente quando consciente, dormindo, em emoção e em todas as reações adaptativas.

Ambos, Lakhovsky e Crile foram singularmente bem sucedidos na aplicação prática de suas teorias, que estenderam nosso conhecimento dos processos biológicos e revelaram uma nova visão da exploração científica.

 

https://en.wikipedia.org/wiki/George_Crile,_Jr.

 

No livro A Conspiração do Cancer  de Barry Lynes encontra-se   a seguinte  passagem :

 

Em 1933, a medicina da energia foi notícia de primeira página no New York Times (antes da campanha da AMA destruir o campo científico inteiro por décadas). O New York Times de 9 de outubro de 1933 relatava em um profético discurso feito pelo renomado cirurgião George Crile para o “American College de Surgeons. Crile previu que o médicos do futuro seriam capazes de diagnosticar e tratar os pacientes antes que as doenças se tornassem aparentes. Aqui estão as palavras do Dr. Crile, alcançando os tempos modernos:

“ ‘O homem médico do futuro,’ o Dr. Crile disse, ‘sintonizará o corpo vivo como se faz hoje com um rádio comum. Escutando as ondas curtas e longas, transmitidas pelos vários órgãos, ele ouviria a sinfonia tocada pelos organismos vivos e determinaria os ritmos da dança da vida.’

“ ‘Muito tempo antes haver um evidência física da doença, o médico-rádio-engenheiro do futuro seria então capaz de dizer pela recepção das ondas-vivas se elas estavam tocando um melodia de saúde ou se estavam sinalizando um SOS.’ (47)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =

Próximo Capítulo:
De 1916 ao final da década de 50, o Dr…